Diana | Foto: Edson Kumasaka
Diana | Foto: Edson Kumasaka

O ator, diretor e dramaturgo Celso Frateschi estreia nesta sexta-feira, 12, Diana, solo autoral que montou originalmente há 20 anos, em 1999, mesma época em que deu início aos trabalhos de seu Ágora Teatro, espaço ainda em funcionamento no bairro do Bixiga, zona central da capital.

Sob a direção de Rudifran Pompeu, a nova montagem atualiza a dramaturgia pensada originalmente a partir da obra Diário de um Louco, do russo Nicolai Gogol. Em cena, Frateschi vive um professor que, cansado do trato entre seres humanos, passa a se comunicar e se relacionar apenas com objetos, e desenvolve uma paixão pela escultura Depois do Banho, de Victor Brecheret, instalada no Largo do Arouche.

O espetáculo cumpre temporada até o dia 04 de agosto, no Teatro do Sesc Ipiranga, com sessões de sexta a domingo, às 21h30 (sextas), 19h30 (sábados) e 18h30 (domingos). Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Credenciados na rede Sesc pagam apenas R$ 6,00.