Todos os Sonhos do Mundo - Foto: André Stefano
Todos os Sonhos do Mundo - Foto: André Stefano

Em 2015, o ator, dramaturgo e diretor Ivam Cabral iniciou um processo de pesquisa cênica que visava a criação de um solo teatral. Embrenhado em pesquisas sobre a cena e a dramaturgia, Cabral se debruçou sobre “O demônio do meio-dia”, livro do ensaísta nova iorquino Andrew Solomon sobre as formas com as quais lidou com a depressão e os impulsos de suicídio.

Quatro anos depois, a pesquisa deu frutos, e gerou Todos os Sonhos do Mundo, espetáculo que estreou em 2019 e reestreia neste domingo, 26, no Espaço Satyros Um, na Praça Roosevelt, na Consolação, zona central da capital paulista.

Escrito e dirigido pelo próprio Cabral, em parceria com Rodrigo García Vázquez, o espetáculo, tal qual a obra de Solomon retrata o tema da depressão a partir de passagens biográficas de Cabral, que protagoniza a obra.

Em cartaz até o dia 16 de fevereiro, o espetáculo cumpre sessões aos domingos e segundas-feiras, às 19h (domingos) e às 21h (segundas). Os ingressos custam de R$ 20,00 (meia) a R$ 40,00 (inteira). Moradores da Praça Roosevelt pagam apenas R$ 5,00.