Diana | Foto: Edson Kumasaka
Diana | Foto: Edson Kumasaka

Após a bem sucedida experiência de lives musicais com nomes do quilate de Dori Caymmi, Mônica Salmaso, João Bosco, Chico César e Roberta Sá, entre outros, a rede Sesc SP pretende expandir a ação abarcando agora uma série de espetáculos teatrais apresentados anteriormente nos teatros da rede.

O primeiro será o (doído) solo Diana, de Celso Frateschi, com apresentação agendada para esta sexta-feira, 15, às 21h30. Encenado originalmente no palco do Sesc Ipiranga, o espetáculo retrata um professor de filosofia desenganado e desgostoso com o mundo e a realidade que passa a se comunicar apenas com objetos. Em seu processo, se apaixona pela mulher da escultura Depois do Banho, do italiano Victor Brecheret.

Sob a direção de Rudifran Pompeu, Frateschi encenará o solo através da live numa série que abrangerá apenas monólogos. Logo em seguida, no domingo, 17, quem se apresenta é a atriz Georgette Fadel com Terror e Miséria no Terceiro Milênio, adaptação de Cláudia Schapira para Terror e Miséria no Terceiro Reich, de Bertolt Brecht.

Todas as apresentações acontecem às 21h30 e contam com transmissão gratuita no perfil oficial do Sesc São Paulo no Youtube.