Renato Borghi em Fim - Foto: Divulgação
Renato Borghi em Fim - Foto: Divulgação

Incansável aos 83 anos de idade, Renato Borghi aderiu com facilidade à linguagem do teatro digital quando a pandemia do novo Coronavírus fechou teatros e espaços culturais ao redor do mundo. 

Agora, o ator e diretor investe na primeira turnê virtual com a remontagem de Três Cigarros e a Última Lasanha, solo encenado originalmente em 2001 que rendeu ao ator indicações aos principais prêmios do teatro brasileiro, além de receber a honraria de Melhor Espetáculo Internacional em festival cubano.

O espetáculo tem estreia agendada para esta sexta-feira, 28, em transmissão via Sympla orquestrada pelo Teatro MorumbiShopping, onde cumpre temporada relâmpago até o sábado, 29, sempre às 21h. No dia 30, domingo, o espetáculo tem transmissão agendada para às 20h nas redes sociais de Borghi.

A produção entra, então, em turnê internacional com exibições e legendas em inglês e espanhol e com apresentações em países da América Latina e cidades dos Estados Unidos.

Escrita especialmente para o ator, Três Cigarros e a Última Lasanha narra a história de um homem que tem sua mão decepada sem que perceba. Uma junta médica então decide implantar a mão de um morto no lugar, e o espetáculo se desenvolve com as dificuldades de adaptação da personagem com a nova mão.

Inspirado em fatos reais, o texto de Fernando Bonassi e Victor Navas ficou em cartaz de 2001 a 200, e retorna agora, 10 anos depois, adaptado aos tempos de pandemia. Sob a direção de Débora Dubois, o espetáculo é uma realização da Companhia Teatro Promíscuo, capitaneada por Borghi em parceria com Elcio Nogueira Seixas.

Os ingressos das sessões de sexta-feira e sábado custam de R$ 10,00 a R$ 20,00 e contam ainda com valores na política “apoie um artista”, com valores que variam de R$ 50,00 a R$ 250,00. A apresentação de domingo, 30, é gratuita.