Após 15 anos, solo autobiográfico em que Dulce Muniz relembra prisão política e dores do corpo chega à rede

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2005, após ser diagnosticada com a síndrome de fibromialgia, a atriz Dulce Muniz se viu em um turbilhão de sentimentos e dores causadas pela doença que a fizeram buscar por um grupo de apoio que auxiliasse a lidar não apenas fisicamente, mas psicologicamente com os problemas que a síndrome causava.

Naquele mesmo ano, a atriz concebeu e estreou Trinta Anos Esta Noite ou O Espelho Negativo, solo autobiográfico no qual enfileirava memórias sobre sua trajetória artística e os percalços que enfrentou desde sua passagem pelo Teatro de Arena, em São Paulo, como a prisão no regime ditatorial e a trajetória enquanto artista criadora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A obra, que, em paralelo, traça um perfil social sobre a evolução do Brasil desde os povos indígenas até o momento atual do Brasil. O espetáculo foi ganhando novas camadas ao longo dos anos e agora, chega ao universo online com o registro da temporada realizada por Muniz ao lado do músico Beto Kpta no Teatro Studio Heleny Guariba, na Praça Franklin Roosevelt, em São Paulo.

A temporada virtual tem início neste domingo, 28, e permanece online até sexta-feira, 02, tanto no perfil oficial do Teatro Studio Heleny Guariba no Facebook quanto em seu canal oficial no YouTube. O acesso é gratuito.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio