Mario Viana - Foto: Divulgação
Mario Viana - Foto: Divulgação

Em 1987, o então jornalista Mário Viana participava de núcleo de escritores comandado pelo dramaturgo Luís Alberto de Abreu e, durante o processo, deu à luz seu primeiro texto dramatúrgico. Baseada na trágica história de vida de Anna de Assis, ex-esposa do escritor Euclides da Cunha (1866-1909) que, ao se apaixonar por um jovem cadete, viu nascer o estopim de suas tragédias pessoais.

Em  Anna, Viana narra o encontro da personagem com antigos fantasmas em sua vida, como a mãe, o cunhado doente, o marido, morto após se envolver em uma briga com o amante da esposa e o filho, morto pelo mesmo motivo, após tentar vingar a morte o pai.

A obra ganhará leitura cênica online neste sábado, 10, com transmissão no perfil oficial da atriz Vera Lúcia Ribeiro, que encabeça o elenco formado ainda por Gustavo Moura, Valdir Rivaben, Jonathan Well e Selma Luchesi. A direção é assinada por Gonzaga Pedrosa e a sessão gratuita acontece a partir das 19h.

Anna é texto seminal na obra de Mário Viana, que, no teatro, assinou títulos como Flechadas do teu Olhar (1998), Vamos? (1999), Um Chopes, Dois Pastel e Uma Porção de Bobagem (2000), Natureza Morta (2002), Vestir o Pai (2003), Dark Room (2016) e Campeão de Dominó do Alaska (2016), entre outros.