Após dois anos e uma incursão online, drama A Desumanização volta aos palcos e estreia no Rio

Baseado no romance homônimo de Valter Hugo Mãe, espetáculo cumpre temporada no CCBB carioca

Publicado em 24/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Espetáculo celebrado como um dos destaques de 2019, A Desumanização, adaptação para o livro homônimo do romancista português Valter Hugo Mãe, volta aos palcos a partir desta quinta-feira, 23, quando entra em cena no Teatro I do Centro Cultural do Banco do Brasil, no Rio de Janeiro, para temporada com a presença do público.

Dirigida por José Roberto Jardim, a obra retorna à cena dois anos após sua estreia em São Paulo e um ano após emergir no universo online com versão pensada para compor a programação do projeto #EmCasacomoSesc, transmitido pelo canal oficial da rede Sesc São Paulo no YouTube.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A obra narra os pensamentos e devaneios de Halla, uma moça que perdeu a irmã gêmea na infância e precisa lidar com a falta constante daquela que considera sua segunda metade, e a principal parceira com quem enfrentaria as dificuldades de viver em uma cidade gelada e conservadora no interior da Islândia, além de uma relação conflituosa com a família.

Idealizadora do projeto, Maria Helena Chira divide a cena com Fernanda Nobre. A dupla dá vida à mesma personagem num jogo de cena pautado pela divisão das personagens e a interpretação das atrizes com seus próprios reflexos.
A Desumanização cumpre temporada até o dia 26 de setembro, de quarta-feira a domingo, com sessões às 19h (quarta a sábado) e às 18h (domingos). Os ingressos custam de R$ 15,00 (meia) a R$ 30,00 (inteira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio