Após temporada de sucesso, peça sobre distopia tecnológica reestreia em São Paulo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sob a direção de Kiko Rieser, também autor do texto, A Vida Útil de Todas as Coisas saiu de cena no último sábado, 15, após temporada de sucesso na Oficina Cultural Oswald de Andrade, na zona central da cidade. Contudo, atendendo a pedidos do público, o espetáculo retorna no dia 21 de julho, para curta temporada no Teatro do Núcleo Experimental, na Barra Funda, também zona central da capital.

Partindo de uma realidade distópica, na qual os problemas e as mazelas humanas são tratadas a partir da substituição de peças em uma assistência técnica, o espetáculo discute a dependência e a alienação que a praticidade tecnológica proporciona, e seus malefícios. O elenco conta com Eduardo Semerjian, João Bourbonnais, Louise Helène e Luciana Ramanzini.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Vida Útil de Todas as Coisas cumpre temporada de 28 de junho a 21 de julho às 21h (sextas e sábados) e às 20h (domingos) com ingressos a R$ 10,00 (meia) e R$ 20,00 (inteira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio