A Golondrina | Foto: João Caldas
A Golondrina | Foto: João Caldas

Tomando como base o atentado ocorrido em 2016 no Bar Pulse, boate frequentada majoritariamente pelo público LGBTQI+ em Orlando, na Flórida (EUA), a peça “A Golondrina” retorna para nova temporada em São Paulo. Estrelado por Tânia Bondezan e Luciano Andrey, o espetáculo reestreia no dia 12 de julho, sexta-feira, no Auditório do MASP, na Avenida Paulista.

Sob a direção de Gabriel Fontes Paiva, a peça do dramaturgo espanhol Guillem Clua narra o encontro de um sobrevivente do atentado de 2016, motivado por razões homofóbicas, com uma professora de canto que teve o filho morto no mesmo atentado. O espetáculo se desenvolve a partir da relação destes dois e discute temas como a empatia, a tolerância e a terna relação que se constrói entre a dupla.

“A Golondrina” cumpre temporada de 12 de julho a 08 de setembro, de sexta a domingo, às 21h (sextas e sábados) e 19h (domingos). Os ingressos custam de R$ 30,00 (meia) a R$ 60,00 (inteira).