Baseado em contos de Marcelino Freire, Negro de Estimação reestreia no Sesc Belenzinho

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lançado há 14 anos e alçado imediatamente ao status de
clássico da literatura contemporânea, o livro Contos Negreiros, do escritor pernambucano Marcelino Freire,
ganhou, dois anos após seu lançamento, adaptação cênica inédita em Negro de Estimação, investigação cênica
do ator e bailarino Kleber Lourenço, que reestreia, 12 anos após sua primeira
temporada, no Teatro do Sesc Belenzinho, zona leste da capital.

O espetáculo faz parte do projeto Do 13 ao 20 (Re)Existência do Povo Negro – Por meio de diálogos e ações
reflexivas, busca o fortalecimento e o reconhecimento das lutas, conquistas,
manifestações da população negra
, promovido pela rede Sesc SP.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Negro de Estimação,
Lourenço investiga linguagens, fundindo artes cênicas e dança, através da
adaptação de oito contos do livro de Marcelino Freire. Este é o terceiro título
de uma série de investigações cênicas que o ator vem desenvolvendo, com a
encenação de espetáculos como Para o meu
Silêncio
e Jandira.

Negro de
Estimação
fica em cartaz em curtíssima temporada de apenas três
apresentações, entre 20 e 22 de setembro, sexta-feira a domingo, com sessões às
20h30 (sexta e sábado) e às 17h30 (domingo). Os ingressos custam de R$ 10,00
(meia) a R$ 20,00 (inteira). Credenciados da rede Sesc pagam apenas R$ 6,00.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio