Celso Frateschi inaugura série teatral de lives do Sesc SP com encenação caseira de Diana

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após a bem sucedida experiência de lives musicais com nomes do quilate de Dori Caymmi, Mônica Salmaso, João Bosco, Chico César e Roberta Sá, entre outros, a rede Sesc SP pretende expandir a ação abarcando agora uma série de espetáculos teatrais apresentados anteriormente nos teatros da rede.

O primeiro será o (doído) solo Diana, de Celso Frateschi, com apresentação agendada para esta sexta-feira, 15, às 21h30. Encenado originalmente no palco do Sesc Ipiranga, o espetáculo retrata um professor de filosofia desenganado e desgostoso com o mundo e a realidade que passa a se comunicar apenas com objetos. Em seu processo, se apaixona pela mulher da escultura Depois do Banho, do italiano Victor Brecheret.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sob a direção de Rudifran Pompeu, Frateschi encenará o solo através da live numa série que abrangerá apenas monólogos. Logo em seguida, no domingo, 17, quem se apresenta é a atriz Georgette Fadel com Terror e Miséria no Terceiro Milênio, adaptação de Cláudia Schapira para Terror e Miséria no Terceiro Reich, de Bertolt Brecht.

Todas as apresentações acontecem às 21h30 e contam com transmissão gratuita no perfil oficial do Sesc São Paulo no Youtube.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio