Com público como voyeur, peça divide cenas de agressão psicológica a mulher em quartos de hotel

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Foi através de um sonho, onde, num museu, mulheres eram
agredidas psicologicamente em diferentes sessões, que a dramaturga Roberta
Simone concebeu Inimigo Oculto, peça
escrita ao lado do ator, diretor e cientista político Rodrigo França e
encenada, há dois anos, no Rio de Janeiro como uma espécie de alarme para
outros tipos de agressões sofridas pelas mulheres que não apenas a física.

Agora, o espetáculo chega a São Paulo onde fica m cartaz no
Hotel Selina, novíssimo espaço cultural da Vila Madalena, na zona oeste da
capital. Com capacidade para 30 pessoas, o espaço dividirá o espetáculo por
seus quartos, tornando-o itinerante e dando ao público a mesma impressão de
Roberta Simone em seu sonho primordial.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com estreia agendada para o dia 15 de outubro, terça-feira, o
espetáculo contará diferentes histórias sobre as formas de agressão psicológica
amulheres, através de um elnenco formado por Carlota Joaquina, Gabrielle
Araújo, Naloana Lima, Silmara Deon, Bruno Kott, Luciano Chirolli, Ricardo Gelli
e Sidney Santiago Kuanza sob a direção de Andrea Bordadagua e Rodrigo França.

Inimigo
Oculto
fica em cartaz até o dia 26 de novembro, com sessões as
terças-feiras, sempre às 19h. Os ingressos serão comercializados na política da
contribuição consciente ao fim de cada sessão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio