Galileu Galilei - Foto: Divulgação
Galileu Galilei - Foto: Divulgação

Em 2015, quando Denise Fraga estrelou (elogiada) montagem de Galileu Galilei, clássico da obra do dramaturgo alemão Bertolt Brecht (1898-1956) dirigido por Cibele Forjaz, sobre o homem que é considerado um dos pais da ciência moderna e autor da teoria de que a Terra gira em torno do Sol, o Brasil era outro.

A ideia de que a Terra é um planeta redondo que gira em torno do Sol ainda não era refutada com tanta veemência por grupos ligados ideologicamente ao governo federal. Soa, portanto, bastante apropriada a escolha a atriz de adaptar a obra de Brecht para apresentação online agendada para esta quarta-feira, 24 de junho, dentro do projeto #EmCasacomoSesc, da Rede Sesc São Paulo.

Obrigado a desmentir sua teoria para não ser queimado na fogueira, Galileu (1564-1642) volta a ser figura tão importante quanto contestada quatro séculos após sua morte neste ano de 2020, e será celebrado em Galileu e Eu – A Arte da Dúvida, solo adaptado pela atriz ao lado de José Maria e de Luiz Villaça. A apresentação acontece às 21h30 no canal oficial da rede Sesc São Paulo no Youtube.


Fraga engrossa o time e artistas que aderiram ao projeto de lives teatrais da Rede Sesc. Entre eles estão Sérgio Mamberti, Matheus Nachtergaele, Ailton Graça, Grace Passô, denise Weinberg, Clara Carvalho, Cássio Scapin, Bete Coelho, Jé Oliveira, Celso Frateschi, Rodrigo França, Marina Esteves, Cacá Carvalho, Lavínia Pannunzio, Georgette Fadel, Gero Camilo, Cláudia Missura, Ester Laccava, Johnny Salaberg e Amanda Lyra, entre outros, somando mais de 40 mil visualizações.