Denise Weinberg estreia nas lives com adaptação de obra sobre mãe de Jesus

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2016, Denise Weinberg quebrou um hiato de 10 anos ao receber o Prêmio APCA de melhor atriz por O Testamento de Maria. Na época, a atriz contava com três indicações ao troféu da Associação Paulista de Críticos de Arte de São Paulo, tendo levado a estatueta duas vezes – a primeira, como atriz coadjuvante na montagem de Pinóquio (1986) e a segunda como melhor atriz por Oração para um Pé de Chinelo (2006).

Sua quarta indicação – e terceira vitória – veio com O Testamento de Maria, monólogo do dramaturgo irlandês Colm Tóibín sobre os questionamentos angustiantes da mãe de Jesus Cristo, Maria, sobre os motivos que levaram seu filho a seguir os caminhos que o levaram a crucificação.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sob a direção de Ron Daniels, o espetáculo se tornou um dos destaques da temporada de 2016 e retornou a São Paulo em diversas temporadas. Agora, o espetáculo será adaptado para o universo online na primeira live da carreira de mais de 40 anos desta atriz e diretora co-fundadora do grupo Tapa ao lado de Eduardo Tolentino de Araújo.

Weinberg se apresentará dentro do projeto #EmCasacomoSesc nesta sexta-feira, 29, às 21h30 no canal oficial da rede sesc São Paulo no Youtube.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio