Em curtíssima temporada, Paula Cohen volta a viver prostituta presa em manicômio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando descobriu, já no final da década de 1990, o texto Monólogo da Puta no Manicômio em 1977,
dos dramaturgos italianos Dario Fo e Franca Ramme, a atriz Paula Cohen passou a
acalentar o desejo de dizê-lo em cena. A vontade foi tão forte que permaneceu adormecida
por 20 anos até que despertou na atriz e na diretora Georgete Fadel o desejo de
montá-lo.

Em 2017 estreou Carne de Mulher, o mesmo texto rebatizado
por atriz e diretora que fizeram estrondoso sucesso na capital e passaram a
realizar viagens esporádicas com o espetáculo. Agora, dois anos após aquela
estreia no Teatro do Pequeno Ato, Carne
de Mulhe
r volta a São Paulo para uma curtíssima temporada de apenas três
sessões na Galeria Olido, no bairro da República, no Centro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A apresentação faz parte do projeto Qual é o Seu Grito?, que levará o espetáculo para outras
apresentações em centro da periferia da cidade de São Paulo.  Os ingressos para a apresentação a Galeria
Olido custam R$ 20,00 e as sessões ocorrem às 20h30 (sexta e sábado) e às 18h
(domingo).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio