Espetáculo adapta para a cena contos de terror de Drummond, Whitman e Strausz no Rio

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com estreia agendada para o próximo dia 01 de fevereiro, sábado, no Teatro da Universidade Federal Fluminense (UFF), e Niterói, Foi-se – Histórias que a Morte Conta adapta para os palcos contos de terror de autores como o mineiro Carlos Drummond de Andrade, a  carioca Rosa Amanda Strausz e o nova yorkino Walt Whitman.

Segunda produção da Onírico Cia. de Teatro, Foi-se toma como base as obras Flor, Telefone, Moça (Drummond), A Morte na Sala de Aula (Whitman) e Crianças à Venda. Tratar Aqui (Strausz) sob a direção de Maria Coelho e Gabriel Mendes.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A (curta) temporada se inicia no dia 01 e vai até o dia 16 de fevereiro, aos sábados e domingos, com sessões sempre às 19h. No elenco, os atores Anderson Lopes e André Valim interpretam duas personagens com visões distintas sobre a morte e sobre as questões que norteiam as inspirações literárias que deram origem ao espetáculo.

Os ingressos custam de R$ 15,00 (meia) a R$ 30,00 (inteira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio