Espetáculo infantil funde clássico O Mágico de Oz a história de retirantes nordestinos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Romance de
L. Frank Baum que já ganhou as mais diversas adaptações – de filme a musical no
West End, além de uma série de trabalhos numa espécie de universo alternativo a
história original -, O Mágico de Oz
ganha agora uma nova leitura tomando como base a história de retirantes do
interior do Ceará em busca de uma vida melhor em São Paulo (SP).

Em O Mágico Di Ó, espetáculo de Vitor
Rocha, essa adaptação ganha contornos musicais, dando continuidade ao trabalho
do dramaturgo na investigação de um teatro musical com linguagem puramente
brasileira.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na obra, a
jovem Dorothy imortalizada nas telonas por Judy Garland se transforma em
Dorotéia (vivida pela atriz Luiza Porto, também idealizadora do projeto), uma
jovem moça que, sem querer deixar sua cidade natal, se vê sem escolhas e
embarca ao lado dos tios num pau-de-arara.

A história,
contada em forma de cordel, ganha a figura de um narrador com a entrada do
cordelista Osvaldo em cena, que se propõe a entreter a jovem Dorotéia ao longo
de sua viagem, recriando o clássico do cinema norte americano numa versão
adaptada a realidade da jovem.

Com estreia
marcada para o dia 10 de agosto no Teatro João Caetano, na Vila Clementino,
zona sul da capital, O Mágico Di Ó
conta com os atores Elton Towersey, Thiago Sak, Lui Vizotto, Diego Rodda e
Renata Versolato no elenco, além dos idealizadores Vitor Rocha e Luiza Porto. A
direção é assinada pelos atores Ivan Parente e Daniela Stirbulov, sob direção
musical de Marco França

A temporada
cumpre sessões aos sábados e domingos às 16h até o dia 25 de agosto, com
ingressos de R$ 8,00 (meia) a R$ 16,00 (inteira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio