Grupo Carmin disseca espetáculo sobre a manutenção da memória em programação de Festival

Obra que rodou o Brasil retrata os caminhos de se manter viva uma história ao longo dos anos

Publicado em 19/11/2021 10:30
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Companhia potiguar que construiu público massivo em suas investidas no mercado do teatro do sudeste e levo um um Prêmio Shell de Melhor Dramaturgia pela montagem de seu (excelente) A Invenção do Nordeste, o Grupo Carmin propõe, entre os dias 22 e 23 de novembro, a dissecação e desconstrução de um de seus espetáculos mais incensados, Jacy.

A obra, que chegou aos palcos de São Paulo em 2017 para celebrar a primeira década de trajetória da companhia formada por Henrique Fontes e Quitéria Kelly, ganhará decupação dentro da programação do Núcleo de Laboratórios Teatrais da Bahia (NORTEA), na 13ª edição do FILTEBahia – Festival Latino-Americano de Teatro da Bahia, promovido pelo Coletivo Oco de Teatro entre os dias 22 e 28 de novembro online.

Quitéria Kelly narrará a trajetória do espetáculo e o uso do teatro documental em sua produção – que chegou aos palcos originalmente em 2013. Com dramaturgia assinada por Iracema Macedo, Henrique Fontes e Pablo Capistrano sob a direção de Fontes, Jacy deverá ser exibida antes do debate virtual, que contará ainda com as presenças de Fernando Yamamoto, Fran Teixeira, Matteus Cardoso e Giordano Castro. Os ingressos são gratuitos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio