Grupo Os Satyros dá continuidade a pesquisa de linguagem virtual em drama distópico

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Celebrado como um dos pioneiros na investigação de uma linguagem teatral de emergência dentro do universo virtual após a paralisação do mercado causada pela pandemia do novo Coronavírus, o grupo Os Satyros já produziu pelo menos três espetáculos no universo digital em 2020.

O seminal A Arte de Encarar o Medo abriu as pesquisas do grupo se sobressaindo como a melhor produção do grupo, que pôs em cena ainda obras como a tragicomédia Novos Normais: Sobre Sexo e Outros Desejos Pandêmicos e o solo Ruínas e Construções, no qual o satyro Ivam Cabral tecia dramaturgia baseada nas coincidências entre as histórias de sua mãe e da escritora inglesa Virginia Woolf (1882-1941).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Agora, o grupo retorna ao drama distópico que marcou sua obra de estreia para investigar novas linguagens em As Mariposas, espetáculo escrito e dirigido por Rodolfo García Vazquez em parceria com Cabral, no qual retratam a distopia de um próximo século, quando, em 2121, uma catástrofe devastou o planeta, destruindo toda a flora e a maioria da fauna.

Um ditador tomou o governo e seus 87 filhos se revezam no poder estabelecido com foco no medo, na barbárie e na disseminação de mentiras – as chamadas fake news. No lugar de seres humanos, avatares interagem entre si numa crítica à evolução das relações humanas.

Com elenco formado por 13 atores veteranos da companhia, entre eles Diego Ribeiro, Eduardo Chagas, Fabio Penna, Gustavo Ferreira, Henrique Mello, Ju Alonso, Julia Bobrow, Nicole Puzzi, Marcia Daylin, Mariana França, Sabrina Denobile, Silvio Eduardo e o próprio Ivam Cabral, As Mariposas estreia no dia 19 de fevereiro com sessões transmitidas via Zoom tanto da casa de cada ator quanto do Espaço Satyros I, em São Paulo.

O espetáculo fica em cartaz de quinta-feira a domingo às 21h (quintas a sábados) e às 18h (domingos) até o dia 25 de abril. Os ingressos podem ser retirados de forma gratuita ou com o valor solidário de R$ 10,00. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio