Grupo vencedor do Shell estreia online experimento em que pensa futuro do Brasil com Nordeste excluído do mapa

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2010, após a vitória em segundo turno da então candidata do Partido dos Trabalhadores (PT) Dilma Rousseff à Presidência da República, derrotando o tucano José Serra, a estudante de direito Mayara Petruso publicou em suas redes sociais uma série de ofensas ao povo nordestino, historicamente o eleitorado do partido e geralmente responsável por eleger os candidatos petistas.

Entre as frases publicadas pela então estudante, esteve a fatídica “[…] Faça um favor a SP, mate um nordestino afogado”. Viral nas redes, a frase foi responsável pela condenação de Petruso a um ano e cinco meses de prisão convertidos em multa e serviço comunitário.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Essa mesma frase, responsável por condená-la, foi também o motor inicial de Ex-NE – O Sumiço, experimento cênico digital que chega ao universo online a partir deste domingo, 25, em curtíssima temporada.

A obra é o desdobramento de Ex-Nordestines, abertura de processo apresentada em novembro de 2020 que serviu como embrião para o experimento que chega à rede neste domingo sob a produção do Coletivo Estopô Balaio, vencedor do Prêmio Shell de Teatro em 2020 na categoria Inovação pela valorização da memória do migrante com o espetáculo “A cidade dos rios invisíveis”.

Escrita por Henrique Fontes e dirigida por Quitéria Kelly (integrantes do conceituado Grupo Carmin), Ex-NE – O Sumiço narra os acontecimentos de uma sociedade distópica e futurista na qual o Nordeste desaparece do mapa do Brasil, sobrevivendo apenas na memória de quatro pessoas que se questionam se aquela existência realmente era real, ou se foi um delírio.

A peça levanta questões sobre a xenofobia, a geopolítica e a invisibilização da nação e das pautas indígenas ao posicionar quatro personagens que tentam descobrir os motivos que levaram o Nordeste a desaparecer do mapa em 2032.

Com elenco formado por Ana Carolina Marinho, Anna Zêpa, Breno da Matta e Juão Nyn e sob a direção musical de Marco França, Ex-NE – O Sumiço cumpre curta temporada de 25 a 30 de abril, sempre às 21h com transmissão no canal oficial do coletivo Estopô Balaio no YouTube. Os ingressos são gratuitos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio