Há 20 anos em cartaz, Os Monólogos da Vagina retorna a São Paulo com ação ligada a novembro azul

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Espetáculo que estreou originalmente no ano 2000 no Brasil em meio ao sucesso de outras montagens ao redor do mundo, Os Monólogos da Vagina emplacou neste 2020 seu vigésimo ano consecutivo em cartaz, com temporada interrompida apenas devido a pandemia do novo Coronavírus, que congelou tanto o setor quanto os espaços culturas ao redor do país.

Seguindo as recomendações da Secretaria Municipal da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, o espetáculo retorna aos palcos a partir deste sábado, 14, no Teatro Gazeta, na Avenida Paulista, em São Paulo para três apresentações especiais como parte das ações de incentivo do Novembro Azul, campanha mundial de incentivo ao cuidado da saúde masculina.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Embora seja uma peça intimamente ligada ao universo feminino, retratando temas como o orgasmo, o empoderamento e a libertação dos dogmas machistas, o espetáculo prepara uma ação de incentivo dando ao público masculino 50% de desconto nos ingressos durante a temporada, que contará com 60% da capacidade total do teatro. Os ingressos custam de R$ 35,00 (meia) a R$ 70,00 (inteira) e as sessões acontecem nos dias 14, 21 e 28 de novembro às 18h.

O elenco desta temporada é formado por Maximiliana Reis, Adriana Lessa e Cacau Mello. A obra, dirigida e versionada por Miguel Falabella já contou no elenco com nomes como Zezé Polessa, Cláudia Rodrigues, Cissa Guimarães, Fafy Siqueira, Totia Meirelles, Bia Nunes, Lucia Veríssimo, Tânia Alves, Elizângela, Mara Manzan, Chris Couto e Cláudia Alencar, entre outros.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio