INDICAMOS: Oito peças para assistir neste feriado em São Paulo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Observatório do Teatro indica oito espetáculos para quem for passar o feriado na capital e quiser curtir a programação teatral da cidade.  Confira abaixo nossa seleção:

Dolores

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dolores | Foto: Willian Aguiar

Lara Córdulla está imperdível em Dolores, solo escrito e dirigido por Marcelo Várzea especialmente para a intérprete. Na peça, uma atriz narra sua vida para a plateia que assume o papel de jornalistas. O espetáculo está em cartaz no Instituto Cultural Capobianco – Teatro de Memória, próximo a estação Anhangabaú. Os ingressos custam R$ 40,00 e a sessão é às 21h.

Tape

Tape | Foto: Divulgação

Hoje é a última chance para conferir Tape, em cartaz no Teatro do Pequeno Ato, próximo ao metrô República. Na peça, um jovem cineasta se prepara para o lançamento de seu filme num festival de cinema e conta com a presença de um antigo amigo. A dupla se envolve em memórias acerca de um incidente na adolescência, envolvendo uma jovem moça. A peça toma outros contornos quando a jovem em questão também surge em cena.  Os ingressos custam R$ 50 e a sessão é às 21h. No elenco, Jessé Scarpellini, Malú Lomando e Roberto Nardocci.

57 Minutos – O Tempo que Dura essa Peça

57 Minutos | Foto: Pedro Mendes

Solo da paixão pelo teatro, 57 Minutos toma como ponto de partida o romance Ulisses, de James Joyce, para discutir assuntos que a primeira vista, soam triviais, mas aos poucos mostra como a rotina pode se tornar um cruel jogo do destino. A ótima performance de Anderson Moreira Salles triunfa quando apela para um experimentalismo teatral. Em cartaz no Espaço Parlapatões, na Praça Franklin Roosevelt, às 21h. OS ingressos custam R$ 30,00.

O Dia em que a Minha Vida Mudou Por Causa de um Chocolate Comprado nas Ilhas Maldivas

O Dia em que a Minha Vida Mudou Por Causa de um Chocolate Comprado nas Ilhas Maldivas | Foto: Lígia Jardim

Peça infanto-juvenil que retrata os signos que marcam o fim da infância e o início da pré-adolescência, O Dia em que a Minha Vida Mudou Por Causa de um Chocolate Comprado nas Ilhas Maldivas é montagem da Cia. Delas de Teatro baseada no livro homônimo de Kika Reis, finalista do Prêmio Jabuti de 2018. Mia, Bereba e Jade têm 11 anos e são estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental. Mia encontra um bilhete anônimo debaixo de sua carteira que diz “Quer sentar do meu lado hoje na perua?” e descobre que nada será como antes. Mia está despertando o interesse dos meninos, deixou de ser criança, é oficialmente uma pré-adolescente, e não sabe como se comportar diante disso. A peça faz parte do Festival de Férias do Teatro Folha, dentro do shopping Higienópolis, às 16h. Os ingressos custam R$ 50,00.

Hearing

Hearing | Foto: Amir Hossen

O medo, o receio e os sentimentos conflitantes que se dão quando uma garota conta ter percebido a presença de um homem dentro do inatingível, inabalável, seguro e impenetrável dormitório feminino norteiam esta montagem em cartaz no Sesc Pompéia, na zona oeste da capital. A sessão de hoje é às 18h e os ingressos custam R$ 40,00.

Coisas que Você Pode Dizer em Voz Alta

Coisas que Você pode Dizer em Voz Alta | Foto: Levi Fanan

As descobertas de uma jovem frente à vida e aquilo que parece – ou deveria ser – simples, mas é cerceado por preconceitos são os pilares de Coisas que Você Pode Dizer em Voz Alta, em cartaz no Centro Cultural São Paulo, ao lado da estação Vergueiro do metrô. No elenco, Tamirys O`hanna, Carla Zanini, Marô Zamaro e Mônica Augusto. A apresentação é às 20h e os ingressos custam R$ 20,00.

Buraquinhos ou O Vento é Inimigo do Picumã

Buraquinhos | Foto: João Silva

Narrando a trajetória de um jovem rapaz negro, morador do bairro periférico de Guaianases, zona leste de São Paulo, que sai para comprar pão e, abordado por um policial, corre para salvar sua vida, Buraquinhos se notabilizou por ser a primeira peça a dar um prêmio APCA a uma diretora negra. Na trama, a corrida da personagem é tão intensa e constante que a leva a países da América Latina e da África, aonde pesquisa sua ancestralidade e questões relacionadas ao desenvolvimento social brasileiro. A peça reestreia hoje no Itaú Cultural, na Av. Paulista, às 19h. A entrada é gratuita.

Mãe Coragem

Mãe Coragem | Foto: Jennifer Glass

A excepcional montagem de Daniela Thomas para o clássico de Bertold Brecht já se impõe como um dos melhores espetáculos de 2019. Bete Coelho vive a Mãe Coragem do título num de seus melhores desempenhos em cena. A montagem conta com uma cenografia imponente que abre mão da forma clássica do teatro e assume a grandiosidade de um ginásio num espetáculo de tom maior. Preste atenção às interpretações de Luiza Curvo e Amada Lyra. Está em cartaz no Ginásio Primavera do Sesc Pompéia, zona oeste da capital às 20h30. Os ingressos custam R$ 40,00.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio