Inspirado na obra de Sigmund Freud sobre os efeitos do estranhamento cotidiano, Corpo estreia em São Paulo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em meados de 2018, ao se deparar com o artigo O Inquietante, artigo presente no livro homônimo do neurologista tcheco pai da psicanálise Sigmund Freud (1856-1939)  dramaturgo Marcos Gomes decidiu levar o conceito tratado pelo psicanalista para o palco.

Na obra, Freud comenta exemplos da literatura que provocam no leitor um efeito de “estranhamento do cotidiano. Gomes partiu então para pesquisas e convites a amigos e colegas dramaturgos para que desenvolvessem pequenas cenas que dariam origem a um espetáculo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Corpo, o resultado das pesquisas, estreia neste sábado, 25, no Teatro Cemitério de Automóveis, na Consolação, em São Paulo, às 21h, onde cumpre curtíssima temporada até o dia 15 de fevereiro, aos sábados e domingos. 

Com textos assinados por nomes como Carla Kinzo, Fernanda Rocha, Lucas Mayor e Silvia Gomez, além do próprio Marcos Gomes, nomes de destaque da dramaturgia contemporânea paulista, o espetáculo retrata passagens como um casal que discute as mudanças em suas vidas trazidas pela chegada do filho; uma consulta indiscreta de uma mulher que tem uma mancha na visão com sua oftalmologista; a relação inusitada entre dois vizinhos; uma mulher e um homem que se confrontam com o aparecimento de algo estranho no corpo de um deles; e os comentários de duas irmãs sobre a gravidez de uma terceira.

O elenco é formado por Andrea Tedesco, Antoniela Canto, Daniela Schitini, Ester Laccava, Monalisa Vasconcelos, Nelson Peres, Pablo Perosa, Rebecca Leão e Pedro Guilherme, sob a direção de Lucas Mayor e Marcos Gomes, e as sessões acontecem às 21h (sábados) e às 20h (domingos). Os ingressos custam de R$ 20,00 (meia) a R$ 40,00 (inteira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio