Marcelo Várzea em Silêncio.Doc - Foto: Divulgação
Marcelo Várzea em Silêncio.Doc - Foto: Divulgação

Ator e diretor que se aventurou como dramaturgo em 2018 para exorcizar as dores do amor e da separação com a estreia de Silêncio.Doc, Marcelo Várzea iniciou processo de criação de identidade dramatúrgica ao encenar o solo Dolores (2019), escrito especialmente para Lara Córdulla – e responsável por dar à atriz uma indicação ao Prêmio APCA.

Com os ainda inéditos Narciso, Afã e Palindromo, o artista busca solidificar trajetória dramatúrgica que entra em foco a partir do dia 11 de agosto, terça-feira, quando o artista passa a ministrar a oficina Autoficção e Teatro Narrativo, voltada para a construção da performance do ator sobre histórias pessoais.

Programada para acontecer todas as terças e quintas-feiras até o dia 17 de setembro, das 11h às 13h, com transmissão pela plataforma de reuniões remotas Zoom, a oficina de Várzea é gratuita e voltada prioritariamente para atores, performers e estudantes de teatro, e será apresentada pela Oficina Cultural Oswald de Andrade. As inscrições podem ser feitas até o dia 06 de agosto. Serão disponibilizadas 25 vagas, ocupadas a partir de análise de currículo e carta de interesse. Para se inscrever basta clicar aqui.