Marina Esteves adapta infantil sobre crise dos refugiados para solo apresentado online amanhã

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atriz, bailarina, diretora e artista-educadora, Marina Esteves adapta para o universo online Quando eu Morrer vou Contar Tudo a Deus, peça infantil escrita pela dramaturga Maria Shu para o coletivo O Bonde, sob a direção de Ícaro Rodrigues, no qual narram a história do pequeno Abou, um garoto africano encontrado dentro de uma mala ao tentar entrar no continente europeu.

Montado com sucesso em 2019, o espetáculo retrata a crise dos refugiados que ganhou as principais manchetes ao redor do mundo em 2016. Esteves adapta a história para um solo que será apresentado amanhã 20, ao meio dia dentro do projeto Crianças #EmCasacmoSesc, da rede Sesc São Paulo, transmitido no canal oficial da rede no Youtube.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Membro-fundadora do Coletivo Bonde, Marina Esteves compõe o time de artistas produzindo espetáculos voltados para o público infantil dentro do projeto da rede Sesc São Paulo que, no teatro adulto, já apresentou nomes como Sérgio Mamberti, Matheus Nachtergaele, Ailton Graça, Grace Passô, Celso Frateschi, Denise Weinberg, Clara Carvalho, Jé Oliveira, entre outros.

Já na seara infantil, o projeto, que já soma mais de 15 mil visualizações, contou com a apresentação da Palhaça Rubra, da cantora e atriz Fortuna, a atriz Ana Luísa Lacombe e a dupla Tiquequê.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio