Mário Goes encena cartas de amor verídicas em solo dirigido por Elias Andreato

O Amor que Sinto estreia em turnê pela Bahia antes de chegar a São Paulo

Publicado em 08/12/2021 08:30
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando a pandemia do Coronavírus congelou o mercado cultural ao redor do mundo e levou artistas da música, do teatro e de diversas outras expressões artísticas ao online, Mário Goes propôs um encontro com o público a partir da janela de sua casa. 

E, dentro do projeto Arte com Respiro deu início a uma série de pesquisas que resultaram em O Amor que Sinto, solo no qual interpreta cartas escritas e roteirizadas pelo dramaturgo Egbert Mesquita.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Escritas como uma forma de exorcizar a dor de uma paixão fracassada, mas jamais enviadas, as cartas de Mesquita renderam espetáculo originalmente destinado a um elenco de três atores, que, nesta montagem, dirigida por Elias Andreato, se tornou um solo no qual Goes dá voz a esperanças, desesperos, dores e desejos de um jovem apaixonado.

Ainda sem data confirmada para chegar aos palcos de São Paulo, o espetáculo estreia nesta sexta-feira, 10, no Teatro do Sesi Rio Vermelho, em Salvador, onde realiza única apresentação antes de cair na estrada para duas sessões nas cidades baianas de Cipó (17 de dezembro, no Sarau Cafofo do Leco) e de Remanso (28 de dezembro, no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Remanso).

A apresentação em Salvador acontece às 20h e os ingressos custam de R$ 15,00 (meia) a R$ 30,00 (inteira), enquanto nas cidades de Cipó e Remanso acontecem às 19h e às 20h, respectivamente, com ingressos gratuitos (17/12) e custando de R$ 5,00 (meia) a R$ 10,00 (inteira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio