Narrando diálogo entre embaixador sueco e general nazista, peça chega ao online um ano após leitura

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Não tivesse a pandemia do Coronavírus congelado o mercado cultural ao redor do mundo, com os efeitos agravados pela política sanitária adotada pelo Brasil, Eduardo Semerjian e Otávio Martins teriam entrado em cena ainda em 2020 para encenar Diplomacia, texto do dramaturgo francês Cyril Gély adaptado aos cinemas em 2015 sob a direção de Volker Schlöndorff.

Descoberto por meio de Aimar Labaki, o texto entrou no radar de Semerjian ainda em 2016 e, após uma série de mudanças e esperas, ganhou sua primeira leitura no início do ano passado, em sessão aberta ao público no Teatro Aliança Francesa, em São Paulo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mais de um ano após aquela primeira apresentação, o espetáculo ganha, enfim, sua primeira encenação no Brasil. Assinada por Ricardo Grasson, a obra chega ao universo online a partir do dia 19 de maio, quarta-feira, dentro da programação do projeto Em Casa com o Sesc, da rede Sesc São Paulo.

Narrando a história do encontro verídico entre o general alemão nazista Choltitz e o embaixador sueco Raoul Nordling, a obra narra os possíveis fatos que levaram o alemão a desistir de bombardear a cidade de Paris ao fim da ocupação nazista como mandavam as ordens de Adolf Hitler (1889-1945).

Diplomacia chega ao universo online adaptado para a realidade de distanciamento social. Originalmente pensado para um elenco de cinco atores, a obra contará apenas com Martins e Semerjian em cena em apresentação agendada para às 19h. Os ingressos são gratuitos e a transmissão acontece no canal oficial da rede Sesc São Paulo no YouTube. O registro da obra ficará ativo no canal do Sesc.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio