Natália Gonsales combate a violência em Mostra digital com obras estreladas pela atriz

Publicado em 27/5/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atriz e produtora com pesquisa intensa relacionada à arte por meio da expressão do corpo e a ressignificação da figura feminina na história, Natália Gonsales estreia a partir do dia 05 de junho, sábado, Trilogia Contra a Violência, uma Mostra virtual na qual apresenta o registro de três obras que montou e produziu na última década.

A primeira, Fóssil, marca a pesquisa mais recente da atriz, sobre as mulheres soldado do Curdistão. Montada nos primeiros meses de 2020 pré-pandemia, a obra, com texto de Marina Corazza, narra a história de uma cineasta, Ana, que busca numa multinacional patrocínio para um documentário sobre a guerra das mulheres curdas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Estrelado por Gonsales e Flávio Tolezani (substituindo Nelson Baskerville na pele do empresário Luiz Henrique), a obra foi selecionada como uma das melhores daquele primeiro semestre. A direção é assinada por Sandra Corveloni e as sessões acontecem nos dias 05 e 08 de junho.

Já nos dias 06 e 09, a Mostra apresenta A Última Dança, solo escrito por César Baptista inspirado nos escritos do diário da escritora e filósofa francesa Simone Weil (1909-1943) e nas pesquisas publicadas pela professora, psicóloga e escritora paulistana Ecléa Bosi (1936-2017) sobre o período que a filósofa viveu como operária no chão de uma fábrica para pesquisar a condição feminina neste mercado de trabalho.

Montado originalmente em 2016, o solo contou com a encenação assinada por Gonsales e Baptista em parceria com Fernanda Bueno e Janaína Suaudeau, cenografia de Flávio Tolezani e trilha original de Daniel Maia.

Por fim, nos dias 07 e 10 de junho, a Mostra exibe Carmen, obra de Luiz Farina baseada no romance homônimo do escritor e historiador francês Prosper Mérimée (1803-1870), a qual surgiu também a clássica obra de Georges Bizet (ano).

Sob a direção de Nelson Baskerville, Carmen reconta a história da cigana que se envolve com um agente da lei, José, enquanto mantém relações também com outro homem. Apresentada a partir do olhar da personagem título, a história busca discutir temas como o machismo, o feminicídio e as violências que as mulheres sofrem em relacionamentos e na sociedade. O elenco é formado por Gonsales, Tolezani e Vitor Vieira.

A Trilogia Contra a Violência acontece sempre às 19h com sessões gratuitas transmitidas através do canal oficial do Teatro Aliança Francesa no YouTube.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio