Online, Giovani Tozi vive morador de bunker com último galão de oxigênio em sátira política

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O mundo arrasado por uma pandemia e um homem morador de um bunker com um último tubo e oxigênio restante. Essa é a imagem da qual a sátira política Peixe Fora D’Água parte para narrar a história de uma deterioração social que levou forças superiores a selecionarem as melhores espécies de seres humanos para garantir a reprodução no futuro.

Estrelada por Giovani Tozzi e sob a direção de Marcello Airoldi (que também assina o texto), Peixe Fora D’Água parte de uma série de experimentos realizados online por Tozi a partir de um poema autoral, Peixe Cabeça de Cobra, encenado por diferentes diretores em experiências distintas

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir das experiências encenadas por Guilherme Sant`anna, Luiz Damasceno, Marco Antônio Pâmio e Sandra Corveloni, Airoldi recriou o texto para narrar a catástrofe social enfocada pela personagem de Tozi, que usa seus últimos momentos com o tubo de oxigênio para gravar um vídeo sobre suas impressões da sociedade que deixou para trás.

Gravado no palco do Espaço Cultural Bricabraque, em São Paulo, o espetáculo estreia a partir de sexta-feira, 30, com transmissão online através da plataforma Sympla. A temporada acontece entre 30 de abril e 10 de maio, de sexta-feira a domingo, sempre às 20h. Os ingressos são gratuitos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio