Online, peça analisa as dores e personalidades que formaram mítico clube dos 27

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A história da música ao longo do século XX e, no início do XXI, guarda algumas coincidências históricas. A mais notável e trágica é a de uma série de grandes ídolos que saíram de cena aos 27 anos. 

Sem nenhuma explicação ou ligação lógica, nomes como Jimi Hendrix (1942-1970), Janis Joplin (1943-1970), Kurt Cobain (1967-1994), Amy Winehouse (1983-2011) e Jim Morrison (1943-1971) saíram de cena aos 27 anos após criarem obras monumentais ao longo de uma carreira errática marcada pelo abuso de álcool e drogas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Estas figuras formam o chamado Clube dos 27, que, a partir deste sábado, (não à toa, 27), chega ao universo online sob a dramaturgia de Daniela Pereira de Carvalho, que condensa na figura de uma estrela do rock fictícia as questões que norteavam as personalidades e as dores que levaram aos abusos que tiraram estes grandes nomes precocemente de cena

Sob a direção de Vera Holtz, Guilherme Leme Garcia e Gustavo Leme, 27s narra como essa figura, interpretada por Gustavo Rodrigues, prepara sua própria saída de cena de forma autodestrutiva enquanto interpreta clássicos do repertório destes outros ídolos.

Em curtíssima temporada digital, a peça-filme conta com elenco formado por quatro músicos além de Rodrigues, que também assume a guitarra e interpreta as treze canções do repertório em cama formada por Tauã de Lorena (guitarra), Laura Lenzi (voz e teclado), Arthur Martau (bateria) e Sandra Nisseli (baixo).

A transmissão é gratuita e acontece através do canal oficial do espetáculo no YouTube de 27 a 31 de março. Nos dias 27, 29 e 31, Gustavo Rodrigues recebe a equipe para um bate-papo após cada sessão no perfil oficial do espetáculo no Instagram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio