Pascoal da Conceição volta a mergulhar no universo de Mário de Andrade em série de lives que antecipam peça

Antes de entrar virtualmente em cena com espetáculo Mário de Andrade Desce aos Infernos, ator analisa legado do escritos com convidados

Publicado em 9/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Há pelo menos duas décadas o ator, diretor e produtor paulistano Pascoal da Conceição tem cuidado de dar vida e promover a manutenção da trajetória e obra construídas pelo poeta e ativista modernista Mário de Andrade (1893-1945). Não apenas em peças, séries e minisséries, mas em performances, manifestações e atos em defesa dos princípios básicos da cultura e da sociedade, não é difícil ouvir palavras escritas pelo poeta na voz do ator.

Agora, Conceição pretende levar para o universo online a obra de Andrade com a estreia de Mário de Andrade Desce aos Infernos, récita na qual costura as obras poéticas e dramatúrgicas do autor e que deve chegar ao digital em outubro deste 2021.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Antes, contudo, o artista se encontra com uma série de artistas de diferentes gerações e com histórias e trajetórias relacionadas à vida ou à obra de Mário de Andrade. A partir de amanhã, 10, Conceição comanda uma série de lives intitulada Trabalho de Mesa, com nomes como Renato Borghi e Renata Carvalho.

Programada para acontecer até meados de setembro ao longo de todas as terças-feiras, a série discutirá desde a biografia, as influências e o legado de Andrade até a relação contemporânea que a obra do artista estabelece com o público, ainda que indiretamente.

As conversas têm início com o pesquisador Pedro Fragelli, autor de uma pesquisa de doutorado sobre a obra do homenageado. Em seguida, no dia 17, Renato Borghi, que estrelou versões icônicas do clássico O Rei da Vela, conversa sobre a obra dramatúrgica do escritor. 

No dia 24, Renata Carvalho discute as formas de se lidar com plateias hostis, estabelecendo link direto entre a obra do modernista e suas icônicas performances em O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu.

Poeta, ficcionista, crítico, historiador da literatura e autor de Negro Drama: A Cor Duvidosa de Mário de Andrade, Oswaldo de Camargo entra em cena no dia 31, e, por fim, no dia 07 de setembro, o ator Lincoln Antônio relata as experiências de seu grupo A Barca durante as viagens pelo sertão do Brasil inspirados pelas viagens e pesquisas sobre a cultura popular encabeçadas por Mário de Andrade.

Todas as lives acontecem às 20h com transmissão gratuita no canal oficial de Pascoal da Conceição no YouTube.

Com título emprestado de poema de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), publicado em seu A Rosa do Povo (1945), Mário de Andrade Desce aos Infernos abre as celebrações do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922. A obra estreia online no mês de outubro acompanhada de websérie comandada por Pascoal da Conceição sobre o processo criativo da obra.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio