Peça de Juca de Oliveira sobre operação Lava-Jato prorroga temporada em São Paulo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A despeito das críticas mornas, o espetáculo Mãos Limpas, de Juca de Oliveira, se tornou um dos maiores sucessos de público do teatro paulistano, com direito até a presença do Ministro da Justiça, Sérgio Moro, na plateia. Tamanho sucesso inspirou o ator, dramaturgo e diretor a prorrogar a temporada do espetáculo no Teatro Renaissance, em São Paulo.

O espetáculo marca o reencontro em cena de Oliveira e Fúlvio Stefanini, dupla que criou parceria de sucesso entre as décadas de 1980 e 1990 que levou mais de 3 milhões de pessoas a salas de teatro para assistir espetáculos como Meno Male, Procura-se um Tenor e Caixa Dois.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em cartaz até 01 de março, com sessões de sexta-feira a domingo, com sessões às 21h (sextas e sábados) e às 18h (domingos). Sob a direção de Léo Stefanini, o elenco de Mãos Limpas é formado ainda por Taumaturgo Ferreira, Cláudia Mello, Nilton Bicudo e Bruna Miglioranza. Os ingressos custam de R$ 25,00 (meia) a R$ 50,00 (inteira) e de R$ 60,00 (meia) a R$ 120,00 (inteira).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio