Peça se inspira e tragédia de Eurípedes para retratar personagens marginalizados pela sociedade

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Escrita e dirigida por Jean Dandrah, Gomorra – Crime, Revolta e Dor (Tragédia Urbana em Único Ato)
retrata a trajetória e um grupo de personagens marginalizados pela sociedade,
vivendo em uma ocupação em meados da década de 970, buscando sobreviver e lidar
com a convivência entre si.

Em cartaz a partir de 10 de setembro na Oficina Cultural
Oswald de Andrade, no Bom Retiro, o espetáculo se inspira na tragédia Hécuba (424 a.C.), do escritor e poeta
grego Eurípedes, na qual narra os acontecimentos após a Guerra de Tróia com
toda a destruição e desencanto deixado como resultado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na obra de Dandrah, o foco se dá em três casais de gerações
diferentes, que sobrevivem frente as dificuldades das vidas que levam. Sob a
produção da companhia O Núcleo Teatral, o espetáculo conta com um elenco
formado por Milene Haddad, Lisandro Leite, Jean Dandrah, Luciano Rocha
Oliveira, Maria Luiza Castelar, Giovanna Colacicco, Pedro Bonilha, Mauricio
Fiori Júnior, Elizeu Costa, Alessandra Catarina, Wilton Walban, Litta Mogoff, e
Renata Bittencourt.

As sessões de Gomorra –
Crime, Revolta e Dor (Tragédia Urbana em Único Ato)
acontecem de
segunda-feira a quarta-feira, sempre às 20h e com ingressos gratuitos
distribuídos com uma hora de antecedência antes de cada apresentação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio