Quase 55 anos após estreia, clássico de Plínio Marcos chega ao universo online

Publicado em 28/3/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando estreou e versão definitiva em 1967, após passar por uma série de montagens e adaptações, o drama Quando as Máquinas Param teria sido alçada instantaneamente ao panteão de um dos grandes clássicos da dramaturgia nacional não fosse seu autor, o paulista Plínio Marcos (1935-1999) notório maldito dentro do mercado teatral brasileiro.

Com o passar dos anos, a história de uma família que se dissipa graças a crise econômica e financeira, que eclode no desemprego em massa ganhou mais popularidade e, principalmente após a morte de seu autor, se tornou peça tão popular quanto encenada ao redor do Brasil ao lado de títulos como Querô, Uma Reportagem Maldita (1979), Navalha na Carne (1967) e Dois Perdidos na Noite Suja (1966).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Agora, quase 55 anos após sua montagem definitiva, Quando as Máquinas Param chega ao universo online em encenação que estreia nesta segunda-feira, 29, estrelada por Larissa Ferrara e André Kirmayr sob a direção de Kiko Rieser.

Transmitido gratuitamente no canal oficial do Centro Cultural São Paulo no Youtube, a obra foi gravada dentro de um casarão na cidade de São Paulo e será exibida em preto e branco. A temporada se estende até o dia 20 de abril, com sessões às segundas e terças-feiras sempre às 20h.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio