Fim de Jogo - Foto: Rafael Arbex
Fim de Jogo - Foto: Rafael Arbex

Caberá ao ator, diretor e dramaturgo Renato Borghi encerrar a primeira temporada do Palco Virtual, projeto idealizado pelo Itaú Cultural para manter uma programação cultural durante a pandemia do novo Coronavírus. Com a impossibilidade de levar espetáculos para seu palco, o espaço adapta obras para o universo online em temporada que tem início neste dia 26 de junho, sexta-feira, com a exibição de Viúvas – Performance Sobre a Ausência, da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz.

Entre as temáticas retratadas dentro do projeto estão os espetáculos criados dentro o isolamento social e o levante das vozes femininas na América Latina, além de abordar novas formas de encenar nos tempos de distanciamento social.

A obra da Tribo de Atuadores retrata a busca de mulheres pelos homens desaparecidos ou mortos durante a ditadura civil militar. Já no dia 27, será exibida A Borracheira, da Cia. O Imaginário, retratando a liderança das mulheres nos seringais. E no dia 28 é a vez da exibição de Frida Kahlo – Viva La Vida, do dramaturgo mexicano Humberto Robles, e montado no Brasil estrelado por Christiane Tricerri sob a direção de Cacá Rosset e produção do Grupo Ornitorrinco.

Por fim, entre os dias 03 e 07 de julho, o projeto exibe a adaptação seriada de Fim de Jogo, peça escrita pelo dramaturgo irlandês Samuel Beckett (1906-1989), que ganhou montagem estrelada por Borghi em 2016, e agora retorna em adaptação online em cinco episódios.

Na obra, Borghi vive o velho cego e paralítico Hamm que mora com seu parceiro, Clov, homem com uma estranha enfermidade que o impede de sentar-se. Junto deles, habitam outros dois mutilados, Nagg e Nell, pais de Hamm, que vivem dentro de latas de lixo. Os quatro personagens dividem um abrigo, refugiados de uma terra devastada, que Clov espia com uma luneta através de pequenas escotilhas. A exibição dos espetáculos do projeto Palco Virtual será gratuita no site oficial do Itaú Cultural.