Rodrigo Portella viaja “intercena” em montagem multimídia de clássico do teatro croata

Espetáculo cumpre temporada no Oi Futuro encenado como instalação digital

Publicado em 12/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Diretor carioca celebrado como um dos mais expressivos de sua geração, o vencedor do Prêmio Shell Rodrigo Portella encabeça a produção multimídia de Meu Filho só Anda um Pouco Mais Lento, clássico escrito pelo dramaturgo croata Ivor Martinić, e que chega ao espaço do Oi Futuro Flamengo a partir de hoje, 12.

A obra narra os preparativos para a festa de aniversário de Bako, um jovem de 25 anos que está perdendo a capacidade de se locomover graças a uma doença degenerativa. Com um humor ácido e buscando dar novos rumos aos dramas familiares, a obra de Martinić será apresentada de forma nada ortodoxa, mesmo dentro dos atuais trâmites do chamado teatro digital.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Construída como um uma instalação virtual, a encenação propõe ao público uma desconstrução dos moldes narrativos para que a própria plateia escolha como acompanhar a montagem. Dividido em 24 telas, o espetáculo propõe diferentes combinações que, de acordo com a produção, podem chegar a 625 possibilidades.

Com elenco formado por Simone Mazzer, Felipe Frazão,  Elisa Lucinda, Maria Esmeralda Forte, Camila Moura, Verônica Rocha, Antônio Pitanga, Enrique Diaz, Leandro Santanna e Hipólyto, Meu Filho só Anda um Pouco Mais Lento cumpre temporada gratuita até o dia 10 de outubro.

As sessões acontecem de 12h às 13h30, de 14h às 15h30 e de 16h às 18h. É necessário agendamento prévio no site oficial do Oi Futuro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio