Home Agenda Sidney Santiago Kuanza mergulha na poesia negra para traçar panorama da negritude na arte em novo solo

Sidney Santiago Kuanza mergulha na poesia negra para traçar panorama da negritude na arte em novo solo

0
Sidney Santiago Kuanza mergulha na poesia negra para traçar panorama da negritude na arte em novo solo
Sidney Santiago Kuanza em Cartas à Madame Satã - Foto: Divulgação

Ator e diretor componente da Cia. Os Crespos, Sidney Santiago Kuanza estreia a partir deste sábado, 12, Numa Terra Estranha – 12 Variações, solo em que mergulha na obra de 12 poetas negros para traçar um panorama da figura do negro na sociedade do século 21.

A partir da obras de nomes como Cruz e Souza (1861-1898), Solano Trindade (1908-1974), Oswaldo de Camargo, Cristiane Sobral, Abdias Nascimento (1914-2011), Marcelino Freire, entre outros, Kuanza aborda temas como a solidão e a revolta negra num exercício poético político.

A apresentação acontece dentro do projeto Teatro Vivo em Casa, que tem apresentado solos transmitidos via Zoom, diretamente do palco do Teatro Vivo, na zona sul de São Paulo.

A transmissão de Numa Terra Estranha acontece a partir das 20h, os ingressos são gratuitos e podem ser retirados via Sympla.