Traçando paralelo entre a guerra das mulheres curdas e a ditadura militar brasileira, Fóssil reestreia em São Paulo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Espetáculo que acaba de encerrar temporada no Sesc Pompéia, em São Paulo, Fóssil agendou nova temporada para março, no Teatro Aliança Francesa, na zona central da capital paulista.

Traçando paralelo entre a figura das mulheres guerreiras do Curdistão e a luta armada contra a Ditadura Militar brasileira, a peça de Marina Corazza narra o encontro entre a cineasta Ana e o empresário Luís, que discutem um possível patrocínio para a realização de um docudrama sobre a luta no país do Oriente Médio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Protagonizado por Natália Gonsales (idealizadora do projeto) e Nelson Baskerville, o espetáculo reestreia no dia 13 de março e cumpre sessões de sexta-feira a domingo, às 20h30 (sextas e sábados) e às 19h (domingos), em temporada até o dia 05 de abril.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio