Ivam Cabral em Todos os Sonhos do Mundo - Foto: Divulgação
Ivam Cabral em Todos os Sonhos do Mundo - Foto: Divulgação

Grupo que se lambuzou da linguagem digital ao adaptar e criar obras para uma nova realidade teatral (moldada pela necessidade do distanciamento social e combate ao novo Coronavírus), Os Satyros se prepara para iniciar 2021 com novo projeto que pretende marcar o retorno da Cia. ao palco de seu espaço na Praça Roosevelt, em São Paulo, quase um ano após a interrupção da temporada do solo Todos os Sonhos do Mundo, de Ivam Cabral.

Voltando a mergulhar no universo da autoficção, que deu origem em maior ou menor escala, a obras como a citada Todos os Sonhos do Mundo e os experimentos A Arte de Encarar o Medo e Novos Normais, o grupo arquiteta a montagem de 1991 ou A Imperfeição do Amor, espetáculo inédito norteado pela obra da norte americana Virginia Woolf (1882-1941).

Tendo como ponto de partida o romance Orlando (1928), Ivam Cabral caçará em suas memórias lembranças sobre sua vivência na cidade de Ribeirão Claro (PR) e a convivência com sua avó. Sob a direção de Rodolfo García Vázquez, o espetáculo realiza ensaio aberto hoje, 21, a partir das 21h via Zoom. Os ingressos são gratuitos.