Embarque Imediato - Foto: Caio Lirio
Embarque Imediato - Foto: Caio Lirio

Escrita pelo ator e dramaturgo soteropolitano Aldri Anunciação, Embarque Imediato, peça escolhida por Antônio Pitanga para celebrar a (impressionantes) vitalidade de seus 80 anos de idade, resulta menos ambiciosa do que o alarde midiático faz supor.

Alavancada pela celebração da vida e da obra do patriarca do clã Pitanga, Embarque Imediato é peça que busca tratar os resultados da diáspora dos povo africanos no período de escravidão através de um embate geracional representado pela figura de Antônio Pitanga, um africano sábio que tem a seu favor as experiências colecionadas em seu longo tempo de experiência, e por Rocco Pitanga, na pele de um doutorando brasileiro que acredita nos benefícios da diáspora frente aos resultados da globalização.

A discussão, tão pertinente quanto pouco abordada na sociedade contemporânea e, principalmente, no teatro nacional, parece tomar caminhos tortuosos através da dramaturgia de Anunciação e da direção de Márcio Meirelles que, em cena, resultam desencontradas.

Estabelecendo o encontro das duas personagens em um sala de um aeroporto internacional, o espetáculo não desenvolve as situações, nem tampouco busca desenvolver uma linguagem na qual os cenários estabelecidos tornem-se irrelevantes. 

O texto parece buscar um desenrolar ansioso na necessidade do impacto, sem, contudo, construir uma base que solidifique a mudança ideológica da personagem de Rocco Pitanga que, a medida que o espetáculo se desenvolve, resulta ainda mais perdida a despeito do (ótimo) desempenho do ator.

A direção tampouco busca alinhavar signos que tornem a história proposta mais palatável, e apela para a linguagem da inserção de vídeo numa construção que soa cansativa. Ao longo de 60 minutos e espetáculo, todas as inserções de vídeo fazem com que o espetáculo jamais alcance um ritmo, sublinhando ainda mais a impressão de trivialidade apontada pelo texto. 

É um adereço quase desnecessário a participação em vídeo de Camila Pitanga, que, narrando um texto prosaico, pouco faz pelo desenvolvimento da obra, que até busca algum desenvolvimento de linguagem ao oferecer a interferência de elementos externos (numa quase menção cênica a obra do inglês Harold Pinter), mas não o desenvolve, resultando em apenas mais um elemento subaproveitado.

São estes signos subaproveitados que prejudicam, por exemplo, o (bom) cenário de Erick Saboya e a ótima luz desenhada por Irma Vidal. Por outro lado, casa com perfeição o tom trivial do espetáculo com o som irregular Rafael Emerich, que acentuava a impressão de que a peça parecia, de fato, se apoiar nas interpretações de Antônio e Rocco Pitanga, atores de grande porte que fazem de seu embate cênico a força que nunca seca e impede que Embarque Imediato morra na praia como apenas um espetáculo de entressafra.

SERVIÇO:

Data: 06 de fevereiro a 08 de março

Local: Teatro Anchieta do Sesc Consolação – São Paulo (SP)

Endereço: Rua Dr. Vila Nova, 245

Horário: 21h (quintas a sábados); 18h (domingos)

Preço do ingresso: R$ 20,00 (meia) a R$ 40,00 (inteira)