Luis Lobianco funde referências em ótima sátira aos dogmas do teatro

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Consta que em 1906 após a estreia da tragédia shakespeariana Macbeth um ator que interpretava o papel de Lady Macbeth faleceu de causas desconhecidas. O fato, nunca comprovado, serviu para, com o passar dos anos, alimentar o mito de que a peça escrita pelo bardo inglês era amaldiçoada.

Verdade ou não, ao longo dos séculos, uma série de acidentes marcaram muitas estreias e temporadas da tragédia shakespeariana ao redor do mundo. E é justamente na investigação deste mito que se alicerça Macbeth 2020 Doc. Tragicômico, espetáculo que Luís Lobianco estreou no universo online em 26 de março e permanece em cartaz até 30 de maio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Construído nos moldes de um documentário, o solo atinge com perfeição o híbrido entre teatro e cinema pretendido por boa parte dos espetáculos que vêm ganhando as plataformas digitais desde meados de 2020. Assinando também a direção, Lobianco não se priva de mergulhar nos dogmas da linguagem documental, sem jamais abandonar a linguagem teatral.

Na obra, o ator dá vida a cinco personagens que narram suas experiências e sua relação com a obra amaldiçoada de William Shakespeare. Entram em cena o ator de uma companhia interiorana, a diretora e cabeça criativa de uma companhia nominal, uma artista da performance, uma ex grande diva do teatro nacional e um ex ator coadjuvante que se relaciona com um ator que deu vida à personagem-título da tragédia.

Lobianco apresenta uma construção milimétrica de cada personagem, optando por figurinos simples e alguns objetos cênicos e de visagismo que apenas potencializam o excelente desempenho do artista, que, em Macbeth 2020 Doc. Tragicômico se comprova um dos atores mais versáteis de sua geração.

A obra, uma sátira do universo teatral (principalmente o carioca), mergulha em referências desde o besteirol de Vicente Pereira (1949-1993) e Miguel Magno (19510-2009), passando pelo desbunde do grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone, e chegando à comédia milimétrica e sazonal do 5 x Comédia, de Hamilton Vaz Pereira, sem deixar de lado a linguagem ágil e irônica que ajudou a popularizar junto ao Porta dos Fundos.

Com estética simples e direta (que remete, principalmente, ao documentário Jogo de Cena, de Eduardo Coutinho (1933-2014)), a obra triunfa também graças às participações dos artistas do Buraco da Lacraia, no Rio de Janeiro, e do ator Pedroca Monteiro, hilário sem dar uma palavra e apelando para o humor físico (ainda que o único movimento que faça seja com os olhos).

Enfim, Macbeth 2020 Doc. Tragicômico é um dos grandes experimentos cênicos exibidos online e prova, mais uma vez, que um bom texto, uma boa direção e um bom elenco formam o tripé essencial para um grande espetáculo – ainda que mergulhe no experimento de linguagens.

SERVIÇO:

Data: 26 de março a 30 de maio

Local: YouTube

Espetáculo disponível 24 horas em canal oficial do espetáculo

Preço do ingresso: Grátis

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio