Fóssil | Foto: Ronaldo Gutierrez
Fóssil | Foto: Ronaldo Gutierrez

Forte candidato a figurar nas listas de destaques dos guias e jornais neste primeiro semestre, Fóssil, peça de Marina Corazza, dirigida por Sandra Corveloni e idealizada por Natália Gonsales pleiteia, por meio de um financiamento coletivo, a chance de uma segunda temporada em São Paulo após as bem sucedidas apresentações no Sesc Pompéia, na zona oeste de São Paulo.

Para realizar a nova temporada, agendada para estrear no dia 13 de março, no Teatro Aliança Francesa, na República, zona central da capital, a produção pleiteia o valor de R$ 11.300,00 em doações que podem ser recebidas até o dia 10 de março, com direito a prêmios que vão desde ingressos até doces e quitutes da cafeteria do Teatro Aliança Francesa, passando ainda por exemplares do livro Lua de Mel em Kobane, da jornalista Patrícia Campos de Mello e ingressos para assistir às sessões de As Filhas do Sol, de Eva Husson, que abriu o Festival de Cinema em Cannes, em 2018.

Até o momento, a produção arrecadou R$ 16% do valor estimado. A segunda temporada de Fóssil visa ainda pavimentar a carreira internacional do espetáculo, que arquiteta passagens da peça por países como Espanha, Alemanha, Portugal e Iraque dentro de festivais e mostras.


A segunda temporada de Fóssil acontece de 13 de março a 05 de abril, de sexta-feira a domingo. No elenco, Natália Gonsales divide a cena com Nelson Baskerville.