Dona Fernandona - Foto: Divulgação
Dona Fernandona - Foto: Divulgação

Em meados de maio, após desastrosa entrevista à rede CNN Brasil, a atriz e (hoje) ex-Secretária Especial da Cultura Regina Duarte recebeu uma enxurrada de críticas após minimizar as mortes e os atos de tortura praticados durante o período de ditadura comandada pelo Governo Militar (1964-1986) no Brasil.

Uma das críticas que viralizou foi a do ator Thiago Chagas, comediante stand-up que emplacou uma espécie de bordão virtual ao se caracterizar de Fernanda Montenegro e responder a Regina Duarte com expressões como “Regina, sua ordinária”, gerando apelido espontâneo à ex-Secretária que minimizou os efeitos da pandemia do novo Coronavírus tanto à saúde pública quanto ao setor cultural.

“No dia da entrevista da Regina para a CNN, a decepção superou as expectativas. Não me senti representado. A indignação foi tanta que gravando o vídeo surgiu o ‘Regina, sua ordinária’. Imagino que ela tinha a melhor das intenções e pode até ter sido mal interpretada, mas foi um momento muito infeliz!”, contextualiza Chagas que viu, naquele momento, crescer a popularidade de Dona Fernandona, tributo `atriz que, em 2019, foi o tema principal do mercado da cultura das artes ao completar 90 anos de vida.

Dona Fernandona, alter ego de Chagas que já recebeu convites para participar de lives culinárias e até recitar poemas no show online de Edson Cordeiro, não surgiu exatamente para as redes sociais. “Estava escrevendo uma comédia há alguns anos e resolvi colocar a imitação em uma cena. O público adorou e a imitação era um dos pontos altos da peça. Mas era só um trechinho. A partir dali ela sempre esteve comigo, como uma musa inspiradora que eu sempre colocava nas minhas peças em um caco que fazia maior sucesso”, conta o ator, fã da artista desde muito cedo.

“A primeira personagem dela que me marcou foi a Jacutinga, da novela Renascer (1993). Eu tinha 10 anos e ficava vidrado naquele trabalho. Ainda nem sabia que seria ator. Mais tarde, assistindo a novela Passione (2010), comecei a me identificar com o jeito dela falar, foi como um insight, uma inspiração. Comecei a perceber os registros de voz, desde o agudo até o grave, uma marca dela e comecei a desenvolver uma espécie de técnica para atuar como ela. Um ‘estilo Fernanda Montenegro’. Assim foi surgindo a imitação”, explica.

Thiago Chagas - Foto: Divulgação
O ator Thiago Chagas

O sucesso da personagem foi tanto que o vídeo de Chagas em resposta a Regina Duarte não apenas rodou pelas redes sociais e por grupos da classe artística, como também inspirou diálogos com outros nomes. Elias Andreato gravou um vídeo no qual, imitando Bibi Ferreira (ano), responde ao vídeo de Chagas.

“Minha alegria é conseguir ressignificar o deboche cômico de uma imitação e alcançar uma potência de homenagem à maior atriz do Brasil. Criar uma homenagem consistente para esse patrimônio nacional é um projeto que me interessa muito”, diz o ator que, não fosse a pandemia do novo Coronavírus, estrearia um espetáculo no qual contaria com a presença da personagem.

A figura de Dona Fernandona, contudo não é inédita em cena. Chagas já havia testado a personagem a convite de Julia Stuart, produtora da FLUPP (Festa Literária das Periferias), responsável por colocar o ator em cena no dia do aniversário de 90 anos de Montenegro, abrindo o show do cantor Lenine e recitando Tem Gente com Fome, clássico poema do poeta pernambucano Solano Trindade (1908-1974), também homenageado na edição de 2019 da Festa.

“Eu nunca tinha me caracterizado da pessoa Fernanda Montenegro e me apresentar publicamente em uma data tão especial me parecia loucura. Adorei!”, relembra. “O público parecia não acreditar, começaram a interagir, eu de Dona Fernandona recitava o poema: ‘Se tem gente com fome…’ e eles respondiam: ‘Dá de comer… dá de comer!’. Ali foi a maior prova de fogo da personagem. Foi emocionante receber os aplausos pelos 90 anos da minha grande musa no dia exato do seu aniversário. Foi um sinal. Imediatamente quando sai do palco ainda caracterizado, fiz um video pro Instagram agradecendo pelos parabéns, e assim começou a nova fase da personagem na internet”.

Fernanda Montenegro - Foto: Divulgação
Fernanda Montenegro – Foto: Divulgação

Embora tenha tamanha intimidade com a personagem, Chagas garante, nunca teve contato com a musa inspiradora. “O mais próximo que cheguei foi assistir uma peça que ela também estava na platéia”, ri. “Não tive a sorte de pegar muitos momentos dela no teatro, mas assisti “Viver sem tempos Mortos” da Simone de Beauvoir. Acho que todo artista adoraria ter alguns momentos com ela, né? Beber da fonte. Mas atualmente convivo tanto com ela no meu cotidiano que, nem sei imaginar como seria estar com ela pessoalmente. Nem tenho essa pretensão. Acho que eu ia virar um completo idiota imediatamente. Não saberia o que dizer. As pessoas sempre marcam ela e a Fernanda Torres nos meus vídeos mas realmente não sei se ela já tomou conhecimento. Espero que ela receba meu carinho e se divirta”, finaliza, terno, o ator.

Embora conte com mais de 15 mil seguidores m seu perfil oficial do Instagram, Thiago Chagas ainda conta com pouco mais de 5 mil no perfil da personagem que, embora seja um sucesso de nicho, vem se fortalecendo como uma das figuras mais interessantes do teatro na rede e que, se tudo der certo, chegará em breve aos palcos. Quem viver…