Home Destaque Após quase 30 anos, Charles Möeller volta aos palcos na pele de agente de estrelas em peça

Após quase 30 anos, Charles Möeller volta aos palcos na pele de agente de estrelas em peça

0
Após quase 30 anos, Charles Möeller volta aos palcos na pele de agente de estrelas em peça
Charles Möeller | Foto: Divulgação

Diretor que construiu trajetória luminosa dentro do teatro musical, no qual recebeu (merecido) epíteto de “rei dos musicais” ao lado do parceiro de sempre Claudio Botelho, Charles Möeller retornará aos palcos na função de ator após 26 anos de ausência. 

O artista, que se dedicou à direção de espetáculos do quilate de Sweet Charity (2006), A Noviça Rebelde (2008/2017), Gypsy (2010), Um Violinista no Telhado (2011), Pippin (2018) e O Despertar da Primavera (2009/2019), entre (muitos) outros, dará vida a um agente de talentos na adaptação teatral de Ser Artista, livro lançado pelo produtor e agente Marcus Montenegro em que narra os bastidores do trabalho com artistas do quilate de Bibi Ferreira (1922-2019), Marília Pêra (1943-2015) e Nathália Timberg, entre outros.

Möeller substitui Caco Ciocler que, originalmente, estrelaria a montagem. O artista retorna à cena após protagonizar montagem de A Gaivota, de Anton Tchekhov (1860-1904), sob a direção de Jorge Takla em 1996. 

Diferente do sócio Claudio Botelho, que eventualmente protagonizava montagens da dupla, como Company (2000), Suburbano Coração (2002), Lupicínio e Outros Amores (2004), Lado a Lado com Sondheim (2005), Versão Brasileira (2010) e Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos (2014), Möeller sempre foi figura que permaneceu por trás do pano.

Com texto assinado por Regiana Antonini, o ator quebra o jejum e volta à cena ao lado de Leona Cavalli e sob a direção de Beth Goulart. Ainda sem data confirmada, a estreia deve acontecer ainda neste primeiro semestre.