Cena do filme Quanto Mais Quente Melhor | Foto: Divulgação
Cena do filme Quanto Mais Quente Melhor | Foto: Divulgação

Filme lançado em 1959 e celebrado como um dos títulos responsáveis por elevar a cotação da bombshell Marilyn Monroe (1926-1962) no mercado cinematográfico americano, Quanto Mais Quente Melhor, de Billy Wilder (1906-2002), terá sua história adaptada para os palcos da Broadway. 

Com estreia prevista para o primeiro semestre de 2022 em Chicago, para uma série de pré-estreias antes de chegar a Broadway, a adaptação será escrita por Matthew López e pela recém-anunciada escritora e comediante Amber Ruffin com músicas de Marc Shaiman e Scott Wittman e direção de Casey Nicholaw.

A obra é uma comédia romântica que narra a história do saxofonista Joe e seu melhor amigo Jerry, que, após presenciar um assassinato da máfia, tentam escapar vivos de Chicago, disfarçam-se de mulheres para fugir acompanhando uma banda de jazz feminina. A dupla acompanha o conjunto num trem para a Flórida. A dupla se mete em uma série de confusões, enquanto Joe se vê apaixonado pela cantora do conjunto, Sugar.

A adaptação pretende levantar discussões da sociedade contemporânea, e buscar uma atriz negra para desempenhar pela primeira vez o papel que levou Monroe ao estrelato.