Clássico álbum de Villa-Lobos dedicado às crianças ganhará adaptação teatral

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Entre os anos de 1932 e 1945, o compositor carioca Heitor Villa-Lobos (1887-1959) se debruçou sobre nada menos do que cento e trinta e sete canções do folclore brasileiro, revistas e recriadas para dar vida a uma série de seis cadernos intitulados Guia Prático de Villa-Lobos para as Crianças.

Organizados em uma série de coletâneas lançadas na década de 1980, quase 30 anos após a morte do compositor, os guias ganharam interpretações de corais, orquestras e nomes da música popular. É a partir da coletânea editada em 1987, gravada com o Quinteto Villa-Lobos de Sopros, que se estrutura Villa-Lobos – Cantigas e Crianças, espetáculo idealizado pelas artistas e produtoras Ana Luisa Lima e Beatriz Lima.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Trabalhando com a linguagem do teatro de bonecos, Villa-Lobos – Cantigas e Crianças põe em cena o Seu Francisco, personagem que narra as histórias de sua vida dentro de uma festa de São João. A obra acompanha a trajetória do boneco embalada pelas obras selecionadas por Villa Lobos e coletadas para o disco lançado em 1987.

O espetáculo contará com a presença da própria Orquestra Villa-Lobos de Sopros, além da participação da renomada pianista carioca e vencedora do Prêmio da Música Brasileira, Maria Teresa Madeira e de um coro infanto-juvenil (em referência a outra coletânea dos guias do compositor, lançada em 1984).

Sem data confirmada para estrear, o espetáculo deve chegar aos palcos entre o final de 2021 e início de 2022 caso haja controle da pandemia do Coronavírus.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio