Com cartaz censurado nas redes sociais, peça O Homem Fal(H)o marca data de estreia em São Paulo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Diretor teatral que construiu fulgurante carreira no cenário
teatral paulistano, Márcio Macena tem encontrado dificuldade em divulgar O Homem Fal(H)o, novo espetáculo em que
assina a direção e que tem estreia agendada para o dia 02 de outubro,
quarta-feira, em São Paulo.

Acontece que o cartaz do espetáculo, uma foto do corpo do
ator e dramaturgo Gabriel Pernambuco, clicada por Guto Garrote, tem sido
deletada das redes sociais tanto do espetáculo quanto dos perfis pessoais do
ator e do diretor. “Tá bem difícil tudo isso. O cartaz do nosso espetáculo foi
tirado do ar ontem pelo instagram depois de minutos de postado. Hoje postei
nesse meu perfil, durou uma hora e meia, e foi censurado também. Mas não vamos
nos intimidar nem desistir…”, escreveu o diretor em seu perfil oficial do
Instagram.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No cartaz (abaixo), a foto é um click da pélvis até o pescoço
do ator, “sem nenhum milímetro de genitália”, completou Macena. A reportagem, o
Instagram enviou um comunicado no qual apenas salientou “todas as fotos que
violam as diretrizes da comunidade são analisadas e apagadas”.

O Homem
Fal(H)o
narra a trajetória de um documentarista com fobia social
que, em meio ao caos da segunda maior zona de prostituição da Ásia, se vê
confrontado com suas crenças e passa a rever os conceitos de feminino e
masculino para poder acertar as contas com as mulheres que amou.

O espetáculo cumprirá temporada de 02 de outubro a 11 de dezembro, todas as quartas-feiras, sempre às 21h. Os ingressos custam de R$ 30,00 (meia) a R$ 60,00 (inteira).

Cartaz da peça O Homem Falho
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio