Dan Rosseto disponibiliza gravações de peças enquanto prepara adaptações de obras de Chico Buarque

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dramaturgo e diretor inquieto, Dan Rosseto tem usado da quarentena preventiva de contenção do novo COVID-19 (Coronavírus) para se manter em plena produção. Enquanto ensaia por meio de aplicativos de vídeo sua adaptação de Ópera do Malandro, o clássico musical de Chico Buarque de Hollanda, prepara uma nova versão de Gota D’Água, outro clássico instantâneo, parceria de Buarque com Paulo Pontes.

O diretor pretende que suas versões, feitas especialmente para seu curso de prática de montagem de musicais, chegue aos palcos tão logo se encerre o período de quarentena exigido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Mas, enquanto encena os espetáculos, o diretor, em parceria com o produtor Fábio Câmara, disponibiliza online as gravações de Enquanto as Crianças Dormem, anti-musical montado em 2017 que rendeu ao autor um Prêmio Aplauso Brasil, e Nunca Fomos tão Felizes, tragicomédia que elevou a dramaturgia de Rosseto a sua forma mais madura.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No primeiro título (já disponível), o autor busca subverter a fórmula do teatro musical através da história da jovem e sonhadora Kelly (Carol Hubner) que, buscando se tornar uma estrela do teatro musical norte americano, acaba numa trama policial orquestrada pela misteriosa Ellen (Carolina Stofella). O elenco foi formado ainda por Haroldo Miklos, Juan Manuel Tellategui, Diogo Pasquim, Samuel Carrasco e João Sá.

Já em Nunca Fomos tão Felizes, a discussão se dá através da corrosão das relações matrimoniais. Na obra, lida como uma leitura de Rosseto para o clássico Quem tem Medo de Virgínia Woolf, de Edward Albee, dois casais se encontram para um jantar repleto de expectativas. O jovem Charlie espera ser promovido, enquanto sua esposa Nancy anseia por dar a notícia de sua gravidez.

Do outro lado, os sórdidos Billie e Simone esperam despejar o casal para reassumir a casa após declararem falência. Em meio às tensões sociais e sexuais dos dois casais, há a figura de Frank, que sofre de distúrbios mentais. O elenco da montagem, que cumpriu temporada em 2019 no Teatro Itália, era formado por Matheus Monteiro (Charlie), Larissa Ferrara (Nancy), Luccas Papp (Fran), Eduardo Martini (Billie) e Nicole Cordery (Simone), indicada ao Prêmio Aplauso por sua performance.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio