Equipe criativa de musical A Hora da Estrela discute online processo de gestação da obra

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Se não tivesse saído forçosamente de cena para cumprir as orientações de quarentena preventiva para a contenção do novo COVID-19, A Hora da Estrela – O Canto de Macabéa teria, sem dúvidas, se imposto como um dos melhores, se não o melhor, espetáculos da temporada carioca.

Sob a direção de André Paes Leme, Laila Garin, Cláudia Ventura e Marcelo Caldi põem em cena a narrativa de Clarice Lispector mantendo a assinatura da romancista ucraniana radicada em Pernambuco e interpretando canções inéditas compostas pelo cantor e compositor paraibano Chico César.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Pois é essa equipe criativa (com exceção de Paes Leme) que se encontra na noite de hoje, 26, em live agendada para às 18h no perfil oficial do espetáculo no Instagram (@ocantodemacabea). 

Na conversa, o grupo discutirá o processo criativo das personagens e da dramaturgia, além das (excelentes) canções de César, que começam a ganhar a rede a partir da edição virtual do single Vermelho, canção que se sobressai como momento apoteótico da encenação que, passada a quarentena, deve voltar ao palco do Centro Cultural do Banco do Brasil, no Centro da capital carioca.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio