A Hora da Estrela O Canto de Macabéa - Foto: Beto Martins
A Hora da Estrela O Canto de Macabéa - Foto: Beto Martins

Se não tivesse saído forçosamente de cena para cumprir as orientações de quarentena preventiva para a contenção do novo COVID-19, A Hora da Estrela – O Canto de Macabéa teria, sem dúvidas, se imposto como um dos melhores, se não o melhor, espetáculos da temporada carioca.

Sob a direção de André Paes Leme, Laila Garin, Cláudia Ventura e Marcelo Caldi põem em cena a narrativa de Clarice Lispector mantendo a assinatura da romancista ucraniana radicada em Pernambuco e interpretando canções inéditas compostas pelo cantor e compositor paraibano Chico César.

Pois é essa equipe criativa (com exceção de Paes Leme) que se encontra na noite de hoje, 26, em live agendada para às 18h no perfil oficial do espetáculo no Instagram (@ocantodemacabea). 

Na conversa, o grupo discutirá o processo criativo das personagens e da dramaturgia, além das (excelentes) canções de César, que começam a ganhar a rede a partir da edição virtual do single Vermelho, canção que se sobressai como momento apoteótico da encenação que, passada a quarentena, deve voltar ao palco do Centro Cultural do Banco do Brasil, no Centro da capital carioca.