O Fantasma da Opera - Foto: Divulgacao
O Fantasma da Opera - Foto: Divulgacao

Aconteceu na manhã desta segunda-feira, 23, o primeiro encontro da Sociedade Brasileira de Teatro Musical (SBTM), onde foram divulgados os números do impacto econômico que o setor gerou em um ano apenas partindo de São Paulo, capital.

Com estudo divulgado pela Faculdade Getúlio Vargas (FGV), os resultados mostram um impacto R$ 1,01 bilhão na economia brasileira, tendo gerado 12.824 empregos e R$ 131,3 milhões apenas e impostos. No encontro, capitaneado por Stephanie Mayorks, dona da produtora IMM, que trouxe ao Brasil espetáculos como We Will Rock You (2016), A Pequena Sereia (2018) e Sunset Boulevard (2019), entre outros, também se falou do retorno sobre investimento público e o índice de alavancagem econômica.

Em 2018 estiveram em cartaz espetáculos como Annie, Hebe – O Musical, Bibi, Uma Vida em Musical, A Noviça Rebelde, A Pequena Sereia, O Palhaço e a Bailarina, Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812, Elza – O Musical, Fala Sério, Gente, L – O Musical, Peter Pan – O Musical, Ayrton Senna – O Musical, MPB – Musical Popular Brasileiro, 60! A Década de Arromba – Doc. Musical, Os Produtores, Romeu & Julieta Ao Som de Marisa Monte, Os Últimos Cinco Anos, Tick…Tick… Bom! e O Fantasma da Ópera, entre outros.

O encontro e a divulgação dos números fazem parte do processo de valorização do projeto de retomada da Lei Rouanet renomeada Lei de Incentivo a Cultura e com um teto financeiro reestruturado de R$ 60 milhões pra R$ 1 milhão.